Dicas para andar de Carro e conhecer os pontos turísticos de Curitiba

[ad#admin]

Quem escolhe o Paraná como destino de visita tem várias opções bacanas de cidade para fazer lindos passeios, mas não pode deixar de passar por sua capital, Curitiba, considerada cidade modelo entres as capitais brasileiras, pela sua distribuição urbana e, principalmente, por seus cuidados com o meio ambiente. Quem chega ao aeroporto da cidade e procura pelo serviço de aluguel de carros em Curitiba pode desbravar não só a capital, mas também os arredores, na tentativa de conhecer ainda mais o território paranaense.

A começar pelas coisas bacanas de se ver na cidade, Curitiba é um lugar cheio de possibilidades. O município tem nada menos que 81 mil metros quadrados de área verde preservada, distribuídos em vários parques, bosques e jardins cidade afora. O principal cartão postal de Curitiba é o Jardim Botânico, que fica em meio a jardins geométricos estruturados no estilo da jardinagem francesa, seguido pelo Teatro Ópera de Arame, construção em metal e vidro que abriga nada menos que cinquenta espécies de mata Atlântica. A Ópera de Arame, é erguida sobre um lago com paredes transparentes e capacidade para 1600 pessoas, com camarotes e poltronas – e vale uma visita mesmo que não haja, durante o passeio, algum espetáculo em cartaz.

Se sua viagem for mais corrida, é bom planejar o prioritário para não ficar rodando sem destino certo. Nos parques, por exemplo, escolha os mais emblemáticos, como o Parque Barigui, um dos preferidos dos curitibanos. A Torre Panorâmica também se configura um bom passeio e ainda dá a chance ao turista de ver Curitiba em 360º do alto dos seus 109 metros, que condizem com um edifício de 40 andares. Para conhecer mais sobre a cultura italiana em Curitiba, o melhor é ir ao bairro Santa Felicidade, onde o sotaque europeu ainda pode ser ouvido com clareza e onde também encontramos as melhores cantinas italianas de todo o Paraná.

Quem deseja pegar a estrada e descer a serra em direção ao litoral vai encontrar muitos municípios maravilhosos na trajetória, como Morretes, uma cidadezinha que tem um quê de cidade histórica e fica bem perto da capital. Esse passeio pode ser feito de trem, mas também de carro, pela Estrada Graciosa, num percurso de aproximadamente 30 km de curvas sinuosas e paisagem estonteante. Para que o turista consiga apreciar ainda mais a vista maravilhosa, descansar e tirar fotos, mirantes estratégicos estão distribuídos por todo o percurso. No entanto, o passeio só é intenso – e seguro – em dias de sol, uma vez que, além das muitas curvas (que podem ficar perigosas com chuva ou neblina), a estrada é, em boa parte, coberta por paralelepípedos.

Quem opta pelo aluguel de carros deve ficar atento ao trânsito de Curitiba, já que, apesar de toda a organização urbana que a capital paranaense se orgulha em ter, o trânsito pode ser um pouco caótico – característica comum das grandes cidades brasileiras. Para aproveitar melhor o passeio, fique atento aos horários de pico, quando os curitibanos estão indo ou voltando do trabalho, e também nos locais para estacionamento rotativo. Se for pegar o carro no aeroporto, lembre-se de que ele fica um pouco afastado da cidade. Caso não haja possibilidade de transitar na cidade utilizando um GPS, o bom e velho mapa de papel pode ser um grande aliado, custando um preço mínimo e sendo encontrado em qualquer banca ou agência de turismo da cidade.

Se você está em Curitiba pela primeira vez e optou pelo carro como meio de transporte, as chances de conhecer diversos lugares durante sua viagem é bem maior, e assim, histórias para contar após a viagem não faltaram por um bom tempo. Aproveite ao máximo sua estadia na cidade e curta o que Curitiba tem para oferecer aos turistas.

[ad#admin]

Author: Joana.Marques

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *