Seiva Fatal [09112009]

[ad#admin]

Garota vivaz, muito acesa,

Rastilho que anda… ilumina.

Alvo seu é a certeza, de

Ser o que tem por sina.

Impacta com sutileza,

Espreita tal qual felina.

Lampejos de luz, princesa.

Yang(1), mesmo menina.

 

Fonte de puro encanto,

Retalha com nãos, tortura.

Açoita e cobre co’manto,

Nem liga, não põe atadura.

Cavuca e faz brotar pranto

Em mim que lhe nutro ternura.

Senhor, sabes que a quero tanto.

Centelha que arde e não cura.

Ostenta a vilã candura,

Não dá, e nem quer, acalanto.

 

Retira de mim, oh Jesus,

O Lúcifer inquilino, que

Habita em minha cruz, que

Rasga qual assassino.

Barra este alguém que seduz,

Este sofrer não faz jús,

Kyrie(2) de mim, um menino.

 

(1) = princípio masculino, ativo, celeste, penetrante, quente e luminoso.

(2) = Senhor, tende piedade.

[ad#admin]

Author: Roberto Oliveira Hermesdorff

Share This Post On

Comentários

O seu endereço de email não será publicado.