Poesias Angelicais

[ad#poetafran]

Quando Deus criou teu sorriso,

harpas no céu ficaram a tocar

por mãos de anjos em côro.

O céu pôs-se a cantar.

 

Quando Deus criou teu olhar,

um anjo na terra te viu,

ficou deslumbrado a sonhar

encantado e ao céu partiu.

Quando Deus criou tua meiguice,

outro anjo na terra surgiu,

mais encantado que o primeiro ficou,

mais encantado ao céu partiu.

Quando Deus criou tua ternura

um terceiro anjo chegou;

comovido com tanta doçura.

voltou ao céu e chorou.

Quando Deus criou tua beleza

um quarto anjo chegou,

mas ao céu recusou-se a voltar;

apaixonado, na terra ficou a te amar.

________________________________________________________________________________________

Só anjos no céu

têm a tua doçura.

Só anjos no céu

têm a tua ternura.

Só anjos no céu

têm teu calor.

Só anjos no céu

têm tanto amor.

Só anjos no céu

têm tanta  paixão,

como a que transborda

em teu coração.

Só anjos no céu

de Deus a sonhar,

têm tanta luz

como teu olhar.

Tudo têm os anjos

no divino mundo infindo,

mas  não têm

teu sorriso lindo.

________________________________________________________________________________________

Certo dia um anjo solitário

estava a cismar;

pairando majestoso

acima do mar.

Cismava o anjo

do mundo carregar

alguma bela lembrança

para seu mundo levar.

Voando pelo mundo

saiu  a procurar,

até encontrar-te e

a procura cessar.

Tua imagem o anjo

solitário levou

à sua morada de luz,

e lá tua imagem ficou.

E o anjo de solidão

nunca mais chorou,

pois por tua beleza

o anjo se apaixonou.

[ad#poetafran]

Author: poetafran

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *