Leitura: Internet ou livro impresso?

[ad#poetafran]

Apesar dos recursos que a internet oferece ainda reluto em abandonar o tradicional método de leitura, isto é, ler um livro impresso.  Para fazer-se pesquisas, leituras rápidas, a internet oferece recursos e vantagens indispensáveis, mas para a leitura integral o livro  impresso ainda tem preferências para muitas pessoas.

Não é muito difícil compreender o por que desta preferência . O computador,  por mais recursos que ofereça fica sempre aquém do livro impresso, principalmente em uma obra de cunho artístico, como  romance e poesia. O computador não substitui o prazer de tocar, sentir as páginas em nossa mão,  saborear a leitura como saboreia-se um manjar delicioso. O teclado e o mouse oferecem sensações de ordem diferente, muito aquém daquelas experimentadas por quem lê o livro impresso. O ato de ler no computador  é um tanto artificial se comparado à leitura impressa, essa superficialidade  como qualquer outra superficialidade é anti-natural e toda sensação antinatural é sempre desconfortável.

Ao ler um texto impresso pode-se dizer que  quem lê está namorando com o autor, ao ler no computador podemos dizer que o leitor está apenas conversando com o autor. Há diferenças marcantes entre os dois modos.

Lembro de um dia em que estava lendo um conto de Tolstói na biblioteca Mario de Andrade  em  São Paulo. Era um dia frio.  O título do conto era “ Uma tempestade de neve “. Neste conto o personagem fazia a descrição de uma viagem feita em  uma gelada noite. Nunca esquecí   a sensação que sentí ao ler aquele conto. Parecia-me que era eu quem estava naquela carruagem  andando  através da noite em uma estrada na Rùssia, cheguei a sentir frio. Sentí frio mesmo.

Só os grandes artistas têm esse poder de evocação que faz com que o  pensamento do leitor transporte-se para outro tempo-espaço, faz com que o leitor vivencie na própria pele, sinta, emocione-se como se fosse consigo próprio.

Tal experiência jamais poderia ser sentida por meio do computador. Por isto,  muitos como eu vão manter-se fiéis ao tradicional método de leitura impressa.

 [ad#poetafran]

Author: poetafran

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *