Utilizar ou não as máscaras no preparo de alimentos?

[ad#admin]

Esta polêmica de utilizar ou não máscaras no preparo de alimentos no interior das UANs é uma realidade que deve ser estudada mais profundamente.

O que se sabe a respeito que o uso de máscara não prova a segurança total dos alimentos. Em contrapartida, não usar a máscara no momento do preparo do alimento ao falar, tossir, rir, espirrar ou algo similar, pode carrear nas gotículas salivares microrganismos patógenos para a saúde.

O uso de máscara para evitar a contaminação do alimento, da bancada de preparo e de utensílios seria uma atitude sábia caso não houvesse a questão do tempo de utilização superior de 15 a 30 minutos. E o que isso quer dizer?

Esse tempo irá umidificar as fibras da máscara abrindo espaços virtuais e assim irá permitir a passagem não só da saliva como de microrganismos. Existe também um fato ainda mais grave. O abafamento provocado pelo uso da mascará permitirá o aculo de gás carbônico nas narinas, provocando irritação, e consequentemente tosse e espirros, e assim mais contaminação.

Mediante os fatos citados o correto seria o preparo adequado dos manipuladores com a higiene pessoal, local de trabalho, utensílios. É imprescindível que durante o preparo dos alimentos que manipuladores sejam instruídos a não manterem nenhum tipo de conversa, e também é necessário o controle tempo e temperatura.

Seria correto cobrar o uso de máscaras pelos manipuladores a partir do conhecimento das falhas da mesma? Ou seria lógico atentar para o treinamento e as boas práticas?

 [ad#admin]

Author: Silvania Tavares

Share This Post On

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *