Só Turista Merece Ser Tratado Com Dignidade?

[ad#edersondacosta]

Com a proximidade de dois dos maiores eventos mundiais, Copa do Mundo de Futebol 2014 e Olimpíada Rio 2016, surgem diversas reportagens sobre a falta de infraestrutura para recebermos os turistas.

Que o Brasil carece de aeroportos, transporte público, ferrovias, rodovias,estádios, hotéis e etc., não temos nenhuma dúvida. Os estádios com certeza estarão lindos, superfaturados e entregue mesmo que alguns fora do prazo. Agora será que precisamos somente de estádios de qualidade? A resposta é não.

Quando o país foi escolhido para ser sede da Copa do Mundo de 2014, fiquei muito contente por imaginar as diversas cidades que seriam contempladas com infraestrutura, saúde, transporte, educação de qualidade, há muito tempo negada pelo poder público. Infelizmente fui inocente em pensar assim.

Cito como exemplo a cidade de São Paulo, mais especificamente o bairro de Itaquera, onde está em construção a Arena Corinthians, onde será feita a abertura do tão esperado espetáculo de futebol. Muitos devem até imaginar fica bem pertinho da estação de Metrô, que leva o nome do bairro e do time, sim, realmente fica. Contanto se tentarmos fazer o trajeto até lá, seja de carro, pela Radial Leste, encontraremos uma via pública saturada com muito trânsito.

Ainda pior é o caso do Metrô, ineficiente para atender os passageiros atuais, quem dirá com turistas.

Vocês devem estar pensando que não gosto de futebol, ou se gosto sou “anti – Corinthians”, ao contrário, amo futebol e o Timão, mas antes de tudo sou cidadão, quero meus Direitos Constitucionais sendo colocado em prática.

E se não aproveitarmos esse momento em que as obras estão a todo vapor, depois não conseguiremos, pois muitos Administradores Públicos alegarão heranças das gestões anteriores, para serem inertes.

Fica a dica, futebol sim, mais educação, saúde, transporte público e principalmente transparência nos gastos públicos é milhares de vezes melhor.

[ad#edersondacosta]

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*