Trabalhos bem pagos que ninguém quer em Portugal

Não é segredo nenhum que existem empregos que atraem o interesse de muita gente, não necessariamente apenas pelo dinheiro, mas frequentemente pelo prestígio e conforto que oferecem, ou pela paixão que despertam.

Quase todos esses empregos são alcançados pela via académica, o que faz com que uma percentagem muito elevada dos jovens de hoje em dia tenha planos para tirar um curso superior logo desde muito cedo. Mas, da mesma forma que há trabalhos que muita gente parece querer, também há muitos trabalhos dos quais quase toda a gente foge, e como tal começam a ter escassez de profissionais. No entanto, ainda que pouco apelativos, muitos desses trabalhos pagam genuinamente bem, por isso é importante que os conheça antes de tomar qualquer tipo de decisão final sobre que carreira seguir.

Trabalhos bem pagos que ninguém quer em Portugal

Canalizador

Ser canalizador é um trabalho árduo, frequentemente sujo e muito pouco prestigioso, o que contribui para o desinteresse total das novas gerações em relação a ele. Não obstante, trabalhar como canalizador pode render muito bem, principalmente se for trabalhador por conta própria.

Canalizadores tendem a cobrar muito dinheiro à hora e a escassez dos mesmos faz com que imensas pessoas não tenham outra alternativa senão pagar o que lhes é pedido.

É uma carreira onde o trabalho abunda, uma vez que praticamente todos os edifícios têm canalizações, e por isso, haverá sempre alguém a precisar de um profissional para fazer as reparações.

Pesca do caranguejo

Já ouviu alguma criança a dizer que quando for grande quer trabalhar na pesca do caranguejo? Provavelmente não.

É um trabalho extremamente duro, perigoso e muito sujo, do qual raramente se fala, e por isso há cada vez menos pessoas interessadas em fazê-lo. Pode, no entanto, resultar em milhares de euros por mês para quem tem um barco e trabalha por contra própria, uma vez que o caranguejo é um produto vendido a preços muito elevados, oferecendo grande margem de lucro.

Estivador

Um estivador pode, em muitos casos, ganhar mais de 3 mil euros por mês. É um trabalho melhor remunerado do que a maior parte das carreiras académicas. No entanto, tal como quase todos os outros trabalhos que se enquadram na categoria aqui discutida, é um trabalho pesado e perigoso que acaba por não atrair a atenção de muita gente.

Técnico de reparação de elevadores

Este é mais um trabalho com muito pouca adesão em Portugal, mas que consegue pagar ordenados muito decentes, frequentemente acima dos 1500 euros. E nem é dos fisicamente mais exigentes que se pode ter. No entanto, requer mais esforço e mais risco do que a maior parte das profissões que exigem curso académico, o que é o suficiente para afastar a maior parte dos jovens.

Motorista de pesados

Há cada vez mais falta de motoristas de pesados e cada vez menos pessoas interessadas na profissão, ainda que a mesma seja relativamente bem remunerada.

Um motorista de pesados pode facilmente levar para casa mais de 1500 euros limpos. No entanto, é uma carreira que exige grande flexibilidade de horários e a habilidade de aguentar muito tempo fora de casa e longe da família, sob condições extremamente desconfortáveis. Por esta razão não há assim muitas pessoas interessadas em fazer disto uma carreira.

Dada a crescente escassez de profissionais nesta área, prevê-se que a profissão venha a tornar-se ainda melhor remunerada no futuro.

Empregado de limpeza

Ainda que haja muitas pessoas a trabalhar nesta área, a realidade é que este é um trabalho que ninguém quer fazer a menos que não tenha alternativa. E no que toca a homens, podemos mesmo dizê-lo que é extremamente raro enveredarem por esta carreira, daí a maioria dos profissionais da área serem do sexo feminino.

Vale a pena referir, no entanto, que uma empregada de limpeza a trabalhar por conta própria, e disposta a dar no duro, pode facilmente levar para casa um bom rendimento, se levarmos em conta que grande parte cobra, no mínimo, 10 euros à hora, e chegam a trabalhar bem mais horas do que um trabalhador comum.

Pedreiro

Há já alguns anos que se começa a detetar uma grande falta de pedreiros em Portugal. Isto não é de admirar, já que este é um dos trabalhos menos apelativos que existem, devido ao facto de ser também um dos mais exigentes a nível físico, que ainda por cima comporta consigo imensos riscos.

Para além disto, o prestígio de se ser pedreiro é zero, e como não serve para massajar egos, acaba por ser uma carreira da qual quase toda a gente foge. No entanto, e ainda que não seja uma carreira extremamente bem remunerada, um pedreiro também não é necessariamente mal pago, podendo, em muitos casos, ganhar cerca de 15 euros à hora, o que ao fim do mês pode traduzir-se num salário muito satisfatório.

Concorda com esta lista de trabalhos bem pagos que ninguém quer em Portugal? Tem alguma sugestão a acrescentar? Se tiver escreva abaixo nos comentários.

Author: Maria

Entusiasta da Internet.

Share This Post On

1 Comment

  1. Saudações cordiais Maria, como posso me candidatar em um destes empregos ou trabalho ?

    Vivo em Angola, Luanda

    Post a Reply

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *