O Playcenter Sempre Deixará Saudade – Parte I

[ad#edersondacosta]

Passei diversos anos da minha infância e  também da adolescência, sempre na expectativa de quando poderia ir ao Playcenter, um dos locais mais visitados na cidade de São Paulo. Ele ficava no bairro da Barra Funda, local de fácil acesso seja por transporte público, por ser próximo a estação que leva o nome do Bairro. Quem tinha como se locomover de transporte particular a opção era a Margina Tietê.

Na década de 90 era muito comum escolas, sejam elas públicas ou privadas, fazerem excursões para esse gigantesco parque de diversões. Infelizmente não pude ir por falta de tempo($) e ficava imaginando as histórias que meus colegas que já tinham ido me contavam, mas que batia uma inveja danada, isso sim é verdade.
Os anos foram se passando e eu comecei a trabalhar e ter meu próprio dinheiro, mas agora realmente me faltava tempo. Mas até que enfim esse dia chegou, lembro-me até hoje da felicidade no dia anterior, comprando o lanche para levar, pois trabalhava mas ainda ganhava pouco para ficar gastando nas comidas que eram vendidas no Playcenter.

Lembro-me que foi num dia ensolarada de janeiro de 2001 que chegamos cedo ao parque, compramos o passaporte nas mãos de um cambista, e sorte que era verdadeiro. Entramos e ainda estava com pouca gente e pudemos na primeira oportunidade ir à Montanha Russa, Looping Star, só abri o olho quando terminou.

Com o passar dos minutos foi chegando uma multidão que tomou conta dos brinquedos, à partir daí as filas demoravam horas, como estávamos em grupo, revezávamos na fila, e pude curtir uma aventura emocionante  no trenzinho…rsrsrs.

Algumas atrações eu nem tinha coragem de encontrar a fila e não terei outra oportunidade de ir ao Bomerang e ao Tubo Drop.

O Parque que começou grande já não era o suficiente para atender a população da grande metrópole e cidades vizinhas, pois não sei se foi a renda da população que aumentou ou os preços que se estabilizaram. Era possível ver pessoas vindas dos bairros mais afastados irem ao parque curtirem seu sábado ou domingo de diversão.

No próxima parte contarei que ainda tive a oportunidade de curti-lo com os meus filhos.

[ad#edersondacosta]

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*