Mídia: De Droga à Heroína

[ad#admin]

Se estivermos acompanhando os noticiários, veremos o que está acontecendo e como está em completo caos os rumores em torno de um menino de 13 anos que supostamente matou seus pais, sua tia-avó, sua avó e logo em seguida se matou.

Sempre existem suposições, claro. Mas agora o foco está se mantendo em um outro ponto: Os jogos de vídeo game. Marcelo Eduardo, segundo depoimento de vizinhos, era um garoto pacato, aparentemente normal, porém era um grande fã de jogos de tiro e derivados, onde matava sempre em primeira pessoa, as ações eram executadas por ele. O que, se for ele o autor do crime, sofreu influências de passatempos  tecnológicos do século XXI. É aí que entramos na seguinte questão: Será mesmo que os vídeo games têm tanta influência sobre nós?

Vamos combinar, senhores, somos alienados em tudo que fazemos. Antes que me condenem por isso, eu admito: Há exceções, porém se for colocada em uma escala um pouco maior, veremos que é minoria.

Como você se veste? Suas roupas são atuais se você não se encaixar naquela minoria que citei anteriormente, você deve acompanhar a moda que nós mesmos fazemos, um lançamento deve fazer sucesso em seu estoque de roupa. Se estou enganada, me perdoem, mas eu sou assim. Embora ache errado o alto índice de capitalismo correndo em nossas veias, vamos combinar: Comprar satisfaz.

Agora o que sou contra é a influência da mídia em nosso modelo de vida, que de uma forma ou de outra está interligado com o capitalismo. A casa dos sonhos, o corpo dos sonhos, a vida dos sonhos, tudo isso baseados em novelas e minisséries da televisão brasileira e internacional. Somos fantoches para a mídia que de Droga vira Heróina. O que acaba sendo a mesma coisa.

E voltando ao assunto do Marcelinho, eu ainda acho que ele não seria tão brilhante a ponto de criar um plano de mestre em torno daquela família. Mas não podemos descartar, afinal, os vídeo games, televisões e a própria sociedade nos puxa para si mesmos, criando fantoches da própria globalização. Somos um modelo refletido, o espelho, o resultado. Vamos ver o que a nossa justiça irá resolver.

Abraços

La Belle

[ad#admin]

Author: LaBeliz

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*