Ganhe Mais Fazendo um Curso Técnico

[ad#edersondacosta]

Educacionalmente o Brasil conseguiu grandes avanços no combate ao analfabetismo, reduzindo a porcentagem da população sem acesso à escola, mas ainda há muito que avançar.

O acesso à educação, direito garantido por nossa Constituição Federal, está mais amplo do que que há algumas décadas, pelo menos nas grandes metrópoles, os estudantes não precisam se deslocar por grandes distâncias para frequentarem regularmente a escola.

Atualmente os nossos alunos têm mais anos de estudos que os jovens da década anterior, aumentou-se inclusive o números de concluintes do ensino médio, mas também continua grande o número dos desistentes nessa fase da vida, pelos mais diversos motivos, seja por precisarem trabalhar para ajudar a família, ou por falta de motivação e perspectivas em relação ao futuro.

Os que ultrapassam essa fase do ensino tem dificuldade para entrarem no mercado de trabalho, pois o ensino regular não os qualificam profissionalmente. Os recém-formados, com pouca ou nenhuma qualificação acabam aceitando os postos de trabalho que sobram, com baixa remuneração e pouca perspectiva de trabalho.

Conforme vem sendo divulgado pela imprensa o Brasil sofre com a falta de mão de obra qualificada, com risco de sofrer um “apagão” de profissionais, principalmente em áreas que exigem conhecimento técnico. Algumas empresas multinacionais, ou como se diz atualmente transnacionais, deixaram de se instalar em nosso país, indo para outros países, como China e Índia, que há tempos tem a cultura de formação de uma massa de trabalhadores qualificados.

Para os jovens fazer um curso técnico ainda é pouco difundido, pois por alguns anos houve maior apelo e ampla oferta de ensino superior, mas não é só de bacharéis que vive o mercado de trabalho. Este necessita por ser bem dinâmico, não espera por quatro ou cinco anos para ter um profissional.

Novas áreas surgem, como petróleo e gás, manutenção de aeronaves, mineração, indústria naval, mecatrônica, necessitam constantemente de técnicos formados. Mesmo com novas áreas, as tradicionais como administração, contabilidade, elétrica, mecânica, enfermagem, análises clínicas, continuam a absorver os novos formados.

Há décadas o estado de São Paulo, por meio da rede Paula Souza, oferece em suas escolas técnicas, espalhadas por diversos municípios do estado, sendo a cidade de São Paulo com maior número. Os cursos dessas escolas os cursos são escolhidos conforme a demanda e característica regional, eles tem em média 18 meses de duração.

Os processos seletivos para ingressos na rede Paula Souza, são realizados a cada semestre, sendo que o aluno do 2° ano do ensino médio já pode se inscrever, caso aprovado, cursar concomitantemente com o ensino regular, concluindo as duas formações, básica e profissional.

O Governo Federal, mesmo com atraso, resolveu investir na formação técnica, por meio do PRONATEC, que é: “O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica”. Tem como um de seus objetivos, ”aumentar as oportunidades educacionais aos trabalhadores por meio de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional”;

O Pronatec também oferece bolsa de estudos em escolas particulares, aos jovens interessados em formação técnica. No estado de São Paulo, diversas instituições oferecem esse tipo de benefício, tais como UNIP, UNINOVE, ANHANGUERA, SUMARÉ, sem contar as que oferecem formação à distância, não sendo mais desculpa para o jovem a falta de dinheiro.

Mas vamos falar do que o título do texto diz, abaixo estão algumas notícias divulgadas em alguns sites, que comprovam que ao concluir o curso técnico, além de mais chances de entrar no mercado de trabalho, ser escolhidos para trabalhar nas maiores e melhores empresas, tem salários acima da média, ganhando até 58% mais depois da formação.

http://www.correio24horas.com.br/Curso técnico aumenta salários em até 58% depois da formação

http://gshow.globo.com/ – Aumento da renda, oportunidade de emprego: as vantagens do curso técnico- Diploma técnico é uma forma de conseguir qualificação em um curto prazo.

http://www.alepi.pi.gov.br/ -Fazer curso técnico aumenta salário e chances de colocação no mercado.

http://www.portaldaindustria.com.br/ – Curso técnico aumenta em 24% renda dos trabalhadores

Essas reportagens só demonstram a importância de de fazer um curso técnico. Segue abaixo alguns sites onde podem ser obtidas maiores informações e até a próxima:

http://pronatec.mec.gov.br/

https://www.vestibulinhoetec.com.br

[ad#edersondacosta]

1 Comment

  1. Só para acrescentar outras instituições que aderiram ao Pronatec:

    as universidades UNICID E UNICSUL.

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Inscreva-se GRATUITAMENTE no Congresso

colocando seu NOME e EMAIL Abaixo e clicando no botão "Quero Reservar a Minha Vaga":






Sucesso! Verifique seu email.