Drama Obscuro

[ad#admin]

Primazia de atitudes

Embalsamando virtudes,

Nesciência da amplitude,

Sentimento que ilude.

Amplo e profundo açude,

Martírio do eu não pude,

Envenena a juventude

Nas malhas da longitude.

Todos pedem pra que mude,

Ostentam bandeira amiúde

Perspicácia que ponteia,

Ortodoxa na veia.

Sobrepõe, rala na areia,

Impulsiona em sua teia

Todo ser de vida alheia,

Instigando pra que creia,

Voraz sobre sua ceia

Onde há vida, vida e meia.

Cérebro vil e nefasto,

Oprimido, quase gasto,

Necroso de cloroplasto,

Serpentário pouco vasto,

Triturante e não casto,

Através do não me afasto,

Nódoa que mancha o rastro,

Têmpera do mesmo trasto,

Esterco do mesmo pasto.

[ad#admin]

Author: Roberto Oliveira Hermesdorff

Share This Post On

Comentários

O seu endereço de email não será publicado.