Contrato de Arrendamento celebrado entre D. Afonso V e o mercador Fernão Gomes

[ad#admin]

Quando o Infante D. Henrique morreu, em 1640, a descoberta da Costa Ocidental africana havia chegado á Serra Leoa. Com D. Afonso V a política portuguesa assumiu um novo rumo.

Voltou-se novamente para a conquista das praças marroquinas: Alcácer Ceguer (1458); Arzila e Tânger (14719. D. Afonso V, 1469, arrendou a um rico mercador de Lisboa, Fernão Gomes, pelo prazo de cinco anos, o exclusivo do comércio da costa africana. O mercador além de uma renda em dinheiro (200 000 reis por ano), ficava ainda com a obrigatoriedade de continuar as viagens de exploração (anualmente tinha que descobrir 100 léguas).

A região do Golfo da Guiné foi explorada (devido á abundância de ouro na costa da Mina). Em 1474, D. João assumiu o monopólio das viagens com o objetivo de atingir a Índia via marítima.

[ad#admin]

Author: Hugo

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. O que é o Tratado de Tordesilhas | Tema Livre - [...] as situadas a oriente. Desta forma, a Espanha assegurava a posse dos territórios que acabara de descobrir e Portugal…

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*