Bitcoins e a nova cultura de moeda digital

[ad#julianolisboa]

Já dizia Robert Frost que o Banco é o lugar onde nos emprestam um guarda-chuva quando faz bom tempo e o tomam de volta quando começa a chover.

Todavia, como todo iniciante nesta nova cultura de moeda digital, confesso que ainda tenho medo de não encontrar o meu guarda-chuva quando precisar dele. Ainda há muita coisa a esclarecer para o comum dos mortais que começa a utilizar este meio de troca: para onde vão as minhas moedas se eu formatar meu computador? E se roubarem o meu PC?

Questões parecidas sobre a confiança e autenticidades das transações envolvidas surgiram no início das compras pela internet. Hoje em dia, sou um assíduo comprador online e já perdi o medo de utilizar o cartão de crédito na internet. Acredito que o mesmo ocorra com o sistema Bitcoin ou outra moeda digital que venha a vingar.

Mas uma coisa é certa, conforme o Bitcoin se torne cada vez mais popular, exponencialmente irão surgir espertalhões com ideias mirabolantes de como conseguir roubar-nos, quer seja por intermédio de vírus, programas maliciosos ou mesmo roubos. Em junho deste ano foi noticiado o primeiro roubo a um utilizador que perdeu cerca de 25.000 BTC, culpa de um ladrão igualmente virtual e desconhecido. Resta lembrar que no câmbio atual equivale a mais de 200.000 dólares.

Qual a hipótese do Bitcoin vingar? Só o tempo o dirá. Superando os riscos de desvalorização, eventual diminuição de usuários ou repressão de algum governo, talvez o próximo passo será discutir as implicações legais, fiscais e culturais para sua total integração em nossas vidas.

Aguardo ansioso pelo desenvolvimento.

[ad#julianolisboa]

Author: julianolisboa

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*