Benefícios da Alfabetização Digital

Você sabe o que é a alfabetização digital? Abordamos as principais características e vantagens deste modelo educacional.

Definimos a palavra “alfabetização” como a capacidade de ensinar alguém a ler e escrever. Em uma sociedade onde as tecnologias de informação e comunicação são a base deste termo, ele se tornou obsoleto; agora devemos falar da alfabetização digital, um processo essencial para adquirir as habilidades necessárias para ser competente no uso das novas tecnologias.

O que é Alfabetização Digital?

A alfabetização digital é a capacidade de uma pessoa realizar diferentes tarefas em um ambiente digital. Esta definição genérica engloba muitas nuances, pois incluiria a capacidade de localizar, pesquisar e analisar informações usando tecnologia, bem como ser capaz de produzir conteúdo e propostas de design através de mídias digitais.

A alfabetização digital deve ser entendida não apenas como um meio, mas também como uma nova forma de comunicação e de criação e compreensão da informação.

A alfabetização digital tem vários níveis que vão desde as mais básicas – habilidades básicas, como saber publicar no Instagram – até um intermediário – no qual usamos a tecnologia para melhorar nossas vidas ou ser mais eficientes, como aprender a programar no Facebook- e um nível superior de criação de nossos próprios conteúdos digitais.

O grande desafio é passar de uma Sociedade da Informação excludente para uma Sociedade da Comunicação em que todos têm as mesmas oportunidades.

O grande desafio é passar de uma Sociedade da Informação excludente para uma Sociedade da Comunicação em que todos têm as mesmas oportunidades de acesso às novas tecnologias.

Benefícios e Riscos de Não ser Alfabetizado Digitalmente

A alfabetização digital deve ir além da aprendizagem de ferramentas e programas. Seus benefícios incluem:

  • Pensamento crítico: se conseguirmos acessar mais informações e contrastar, teremos cidadãos mais críticos e, portanto, mais garantias de uma sociedade livre.
  • Melhorias no uso diário: novas tecnologias podem ser integradas ao nosso dia-a-dia – tanto a nível pessoal como profissional – melhorando a nossa qualidade de vida. Ao contrário do que algumas pessoas acreditam, sua utilidade não se limita ao lazer e ao consumo, mas pode enriquecer nosso dia-a-dia em muitos outros aspectos.
  • Acesso a melhores empregos: as competências são uma mais-valia para o acesso a empregos mais bem pagos.
  • Divisão digital: a alfabetização digital também desempenha um papel importante na inclusão social e no desenvolvimento A falta de acesso à tecnologia cria novas diferenças nos campos educacional, social, econômico e cultural. Esta lacuna ocorre globalmente entre países, mas também dentro de uma mesma sociedade.

Alfabetização Digital nas Escolas

A alfabetização digital representa uma nova forma de ensinar e aprender onde a repetição de conceitos e o professor como protagonista não fazem mais sentido. O anda de mãos dadas com a criatividade, inovação e participação ativa dos alunos.

  • Eles permitem uma aprendizagem transversal das matérias.
  • Encorajam o trabalho autônomo (tendo de ser eles próprios a procurar a informação).
  • Eles despertam a curiosidade.
  • Eles estão mais próximos da realidade das crianças que são nativos digitais e, portanto, já estão familiarizados com a tecnologia.

A introdução no currículo escolar deve resultar não só no ensino de ferramentas e programas informáticos, mas também no e-learning, um sistema que elimina todas as barreiras geográficas, permite o acesso a informação ilimitada e a colaboração com outros centros (mesmo que estejam a centenas de quilômetros de distância).

Para além das competências de programação ou dos conhecimentos sobre a Internet, a metodologia deve incluir também a educação audiovisual ou assuntos relacionados com os media.

Se você está interessado em se especializar neste campo, confira nosso Mestrado Universitário em Tecnologia Educacional e Habilidades Digitais, que se concentra inteiramente no uso das TIC na aprendizagem e na adaptação dos professores a este tipo de metodologia.

Literacia Digital em Adultos

Ao contrário da alfabetização tradicional – que se concentra em jovens ou adultos que não aprenderam a escrever e ler na época – a alfabetização digital também é dirigida a adultos que, embora alfabetizados e treinados, não possuem um conhecimento mínimo das novas tecnologias.

Nestes casos podemos falar de “re-literacia”, uma atualização de conceitos e competências relacionadas com o mundo digital, a fim de alcançar cidadãos mais autônomos, em termos digitais.

A alfabetização digital de adultos é essencial em um mundo em mudança que requer uma reciclagem educacional contínua. Isto facilitará a entrada das pessoas no mercado de trabalho em caso de desemprego e aumentará as opções de progressão na carreira das pessoas trabalhadoras.

Literacia Digital nas Empresas

Tal como acontece com os indivíduos, as empresas podem ser analfabetas digitais se não incorporarem novas tecnologias no dia-a-dia; hoje em dia, para ser competitivas, é essencial ter uma presença na Rede (independentemente do tamanho do negócio).

O uso de novas tecnologias nas empresas é infinito. Desde a promoção de produtos através das Redes Sociais até à venda online em qualquer parte do mundo ou a obtenção de dados de clientes para lançar campanhas mais personalizadas.

A alfabetização digital deve ser feita continuamente, devido às constantes mudanças no mundo digital. A sua importância vai desde os benefícios particulares aos globais, uma vez que é fundamental para a inclusão e desenvolvimento social.

Para mais detalhes, acesse: https://atividadesdealfabetizacao.com

Author: Felipe Cardoso

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*