Arena

[ad#admin]

Na sombra de mim mesmo

Pisei diversas vezes

Somente pra saber qual é a sensação

Que esse povo sente

Matando a própria gente.

Em cada esquina encontro a desunião.

Eu vejo em cada rosto

Um traço de tristeza

Que um sorriso fraco vem tentar apagar,

Mas eu percebo que é inútil,

Essa briga é mesmo fútil

Na conquista de um lugar.

O que fazer não sei,

Só sei que dói olhar

A nossa gente duelando sem querer parar.

Aonde é que está o amor

Que adormece em todos nós?

Porque a paz

Faz nossa alma transbordar.

Onde esta? Onde está?

Por que é que as pessoas

Se destroem pouco a pouco

Se este céu é tão imenso

Pra todos nós? Oh, Senhor!

Distribua mais um pouco

Do amor fraternidade,

Pois me sinto numa arena

A lutar para viver

E eu sei que não é isso

O que o Senhor nos reservou.

Tenho fé que uma luz

Vai trazer um facho de amor.

Eu amo a todos eles.

Onde errei?

Por isso escrevo que desejo

Que num beijo Você traga o amor

Que dessa gente já se afastou

E perdida agora está.

A cada passo quero espaço

E num abraço quero envolver

Os meus amigos, inimigos que não quero ter,

Quero ter somente amor.

[ad#admin]

Author: Roberto Oliveira Hermesdorff

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. Janela da pensão [30011985] | Tema Livre - [...] beijo e do abraço [...]

Comentários

O seu endereço de email não será publicado.