A sua luz me incomoda

[ad#admin]

A SUA LUZ ME INCOMODA
Através de uma pequena estória, que a um tempinho atrás ouvi, resolvi escrever este artigo, conta que a cobra estava perseguindo o pequeno vagalume que fugia dela sem parar, mas em um certo momento o vagalume resolve parar e perguntar para a cobre, porque você me persegue, se eu não sou da sua cadeia alimentar, logo, a cobra diz : A sua luz me incomoda.
Ou seja trazendo esta reflexão para a vida dos homens e mulheres, no ambiente corporativo (profissional), religioso ou familiar, sempre houve na história humana, algo semelhante ou parecido, que um se sobressai ao outro e isto gera um certo desconforto, aquele que vê o outro brilhar ao invés de reconhecer que este ou esta tem se dedicado para ter este momento de vislumbre, Não ! Resolve persegui-lo, tentando matar este, as vezes expondo-o ao ridículo ou até mesmo no caso de ser chefe ou patrão, demitindo-o. Este (a), passa a ser o seu inimigo
( Público – Declarado ), mesmo sabendo que não está fazendo nada para provocar o outro, que está com inveja
( ciúmes ), ou qual seja o nome que podemos dar a este, que não enxerga o bem em si próprio e tenta apagar a luz que há no outro. Podemos notar com isto que é uma verdade absoluta, porque digo isto… porque em todos segmentos, áreas onde há o envolvimento humano, ouvimos falar que houve algo do tipo. E isto é algo enraizado creio na natureza humana, na sua índole, caráter, temperamento, não sei onde, talvez na sua criação ou hereditariedade. Para se tirar algo tão valioso que a pessoa possui pôs envolve seus dons, seus talentos, sua qualidade e quando fazemos as coisas no nosso dia, procuramos sempre fazer o melhor, mesmo sabendo que isto causa um certo constrangimento no outro, que vai se levantar do contra, pois tenho aprendido com meus princípios familiares, pessoas que tem me mostrado o real sentido da vida, que o melhor é fazer o bem e fazer bem em todo o tempo.
E a razão pelo qual vemos tudo isto acontecer,mostra o quanto o lado opositor é mesquinho, pois não pode ver o quanto ele é capaz, mas prefere desqualificar, incapacitar, tirar a força do outro para que ele possa prevalecer, mas tenho aprendido que o feitiço sempre volta contra o feiticeiro. Mas ele não consegue ver, pois está cego neste delito, neste sentimento de incapacidade, que o toma e o desequilibra, apenas vê o oponente, e ele se levanta, mostrando sua real face, ele diz : Eu tenho que tira-lo do meu caminho, senão ele ganha e eu perco, ele é promovido e eu desqualificado ( esquecido ), não vê que pode criar a partir daquele momento sua retomada e história de vida e ver o seu oponente, como parceiro, como amigo, ou alguém que possa inspira-lo a ser alguém melhor, pois não existe ser humano que não tenha jeito no meu modo de pensar,basta a ele, saber o que está alimentando, que tipo de comida estragada, podre, ele tem comido, porque do que nos alimentamos, é que o somos, dizendo da instrução que recebemos, do que ouvimos, vai determinar nossa realização pesssoal, religiosa ou profissional. No mundo em que vivemos, ouvimos vozes diárias, a mídia televisiva, redes sociais, bate papos em bares em rodas de velhinhos nas praças, nos transportes públicos, nas filas dos mercados, nos shoppings centers, nas lojas, enfim, a nossa participação nessas rodas é que vão dizer quem somos realmente, temos uma palavra amiga, uma palavra de direito, de conserto para corrigir, o que não está certo, ou é melhor se calar e deixar tudo acontecer, mas já dizia : O conhecido Pastor negro americano Martin Luther King – O que me surpreende ou incomoda, não são o grito dos maus, mas sim, o silêncio dos bons. Temos uma responsabilidade com esta sociedade, com os nossos filhos,com a família brasileira e até mundial, pois sabe o que a vida irá nos reservar e até aonde irá levar os nossos pés. Mas de uma coisa eu tenho certeza comeremos de tudo aquilo que plantarmos e nunca poder dizer a culpa é do fulano o do siclano que está fazendo coisa errado, quando assumimos um papel de não posicionamento, se calando falhamos por omissão. E arregaçar as mãos nunca é tarde demais em nos conscientizar e começar algo novo pensando no bem da raça humana, que a cada dia vai se degradando, da tempo ainda não chegou o fim…
Pense nisto… e mãos a obra !!

[ad#admin]

Author: Davi Santos

Cristão, Representante comercial ,Escritor de artigos e textos, analisata de Pós Vendas e Fundador do PESAV – Projeto Social Amor pelas Vidas e também da Cooperativa de Consumo e Renda ( Coopesav Brasil Sa ).

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*